Notícia

25 de Setembro de 2020
Pesquisa mostra que mossoroenses devem manter hábitos adquiridos no pós-pandemia

Levantamento do Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos da Federação do Comércio do Rio Grande do Norte (Fecomércio/RN) apontou que 71,5% dos mossoroenses entrevistados pelo órgão disseram que vão manter pelo menos um dos hábitos adquiridos neste período de pandemia do novo coronavírus.

Entre os principais hábitos que devem permanecer estão os pedidos por meio do delivery de comida pela internet e o uso de mais produtos de limpeza e higiene pessoal. Quase 64% (63,8%) falaram que devem permanecer pedindo comida por delivery. Já 49,7% disseram que vão continuar o uso de mais produtos de limpeza e higiene pessoal.

O estudo também mostrou que 57,7% dos entrevistados relataram que estão comprando mais produtos on-line seja em sites, por meio de aplicativos ou redes sociais.

Em Mossoró, os gastos aumentaram com produtos de limpeza e higiene pessoal (66,1%); alimentação (61,3%); serviços de comunicação, tv, internet e celular (45,6%); remédios e medicamentos (44,2%); e reparos e serviços na casa (27,3%). E apresentaram queda os gastos com lazer (77,3%); refeições fora de casa (72,3%); roupas e calçados (64,8%); transportes e combustíveis (46,8%); perfumaria e cosméticos (41%); manutenção de veículos (31,3%); e serviços de educação ou capacitação (26,3%).

Questionados se pretendem consumir bens duráveis e semiduráveis ainda neste ano, 69,4% dos mossoroenses afirmaram que sim. Aparecem na lista de possíveis aquisições entre os entrevistados roupas e calçados (41,6%), eletroeletrônicos (17,2%), itens de cama, mesa e banho (13%), eletrodomésticos (22,8%), entre outros.

A pesquisa entrevistou 620 pessoas em Mossoró, entre os dias 19 e 28 de agosto de 2020.

Compras de Fim de Ano

A pesquisa da Fecomércio potiguar ainda apontou que 55,8% dos consumidores mossoroenses deverão gastar até R$ 500. O gasto médio com as compras de final de ano deverá ser R$ 267,74. De acordo com o estudo, o gasto deve ser menor do que o registrado no mesmo período para 62,6% das pessoas de Mossoró.

Quando o assunto são as viagens, 70,2% dos mossoroenses responderam que não pretendem viajar nos próximos seis meses. Para quem vai viajar, o destino escolhido deve ser dentro do RN para 44,3%; para outros estados do Nordeste (27%); para outros estados do país (4,1%); e para outros países (3,2%).

Renda

O levantamento também questionou se as pessoas tiveram perda de renda neste período de pandemia. De acordo com a pesquisa, 45,6% dos mossoroenses afirmaram que sim. Já 68% disseram que perderam até 50% dos rendimentos. A perda de renda foi mais citada por pessoas com idade entre 25 e 34 anos (50,6%) e por pessoas com renda familiar de até um salário mínimo (64,2%).

Números da Pesquisa em Mossoró

71,5% dos consumidores irão manter hábitos pós-pandemia

63,8% devem manter delivery de comida pela internet

49,7% vão manter maior uso de produtos de limpeza e higiene pessoal

66,1% disseram que os gastos de produtos de limpeza e higiene pessoal aumentaram no período

61,3% disseram que os gastos de alimentação aumentaram no período

77,3% dos entrevistados relataram que reduziram gastos com lazer no período

72,3% reduziram gastos com alimentação fora de casa no período

41,6% pretendem consumir ainda em 2020 roupas e calçados

17,2% pretendem consumir ainda em 2020 eletroeletrônicos

13% pretendem consumir ainda em 2020 cama, mesa e banho

70,2% pretendem viajar nos próximos seis meses

44,3% pretendem viajar dentro do Rio Grande do Norte

18,2% dos entrevistados disseram que pretendem gastar mais de R$ 500 nas compras de fim de ano

Fonte: Fecomércio/RN


Autor: Assessoria de Imprensa


WhatsApp

Outras Notícias